“He-Man e os Defensores do Universo”

Foto: VintageToys

 

Os brinquedos e história da serie “He-Man e os Defensores do Universo” (1983–1985) – He-Man, Masters of the Universe, foram desenvolvidos pela empresa  Mattel no início de 1980. Os personagens habitavam uma terra mítica conhecida como Eternia, e logo ficou claro que os personagens, incluindo He-Man, She-Ra, e o arqui-inimigo Esqueleto (Skeletor), tinha apelo ainda maior do que o esperado, e uma série de televisão animada foi lançado em 1982.

A animação foi criada pela Filmation – Filmation Associates – e apareceu pela primeira vez em muitos comerciais de seus brinquedos, depois curta metragem, tornando-se um dos desenhos animados mais populares da década de 1980.

 

A série também gerou um longa-metragem em 1987 e como protagonista do He-man o ator Dolph Lundgren. No filme havia também: Frank Langella (Skeletor – Esqueleto), Meg Foster (Evil-Lyn – Maligna), Chelsea Field (Teela) e Jon Cypher (Duncan / Man-at-Arms – Mentor).

 

A ideia por trás de He-Man foi de criar uma gama de figuras de ação baseado nas histórias do “Conan, o Bárbaro” (Conan the Barbarian ou Conan the Cimmerian), concebido em 1932 pelo escritor de ficção Robert E. Howard.

A capa da edição Weird Tales de maio 1934, com a história “Queen of the Black Coast”, de Robert E. Howard sobre o Conan, o Bárbaro. Fonte: Wikipedia

Conan tem sido adaptado para livros , quadrinhos , vários filmes (incluindo Conan, o Bárbaro (1982) e Conan, o Destruidor (1984)), programas de televisão ( desenhos animados e live-action ), jogos de vídeo , jogos de RPG e outras mídias.

Conan the Barbarian #1 (1970) / Conan O Bárbaro n° 1, (1972)

Primeiras edições: a esquerda a edição americana “Conan the Barbarian” #1 (Outubro de 1970), por Barry Smith e John Verpoorten. A direira a edição brasileira “Conan O Bárbaro” n° 1, publicado em 1972 pela editora Minami & Cunha (M & C) .

 

Em 1982 a série foi protagonizada nos cinemas por Arnold Schwarzenegger.

Poster do filme “Conan, o Bárbaro” (1982) / “Conan the Barbarian Fonte da imagem: Copyright © Timothy Brayton/Riverrun Productions

 

No entanto a Mattel decidiu que “Conan” era um modelo inadequado para crianças em vez disso criou a figuras de ação do herói He-man e o vilão Esqueleto (Skeletor). Tanto a Mattel quanto a Filmation queriam que seus brinquedos e programas de TV tivessem um apelo comercial para meninas e meninos, e assim apresentou como heroína em 1985 a “She-Ra: A Princesa do Poder” (1985– ) – She-Ra: Princess of Power, irmã de He-Man há muito tempo perdida.

Linha de brinquedos da She-Ra: A Princesa do Poder (1985– ) / “She-Ra: Princess of Power” . Fonte da imagem: Copyright © MV Creations, LLC

He-Man era tão popular que em 1985 as vendas das figuras de ação arrecadou US $ 400 milhões, superando até mesmo a Barbie, outro brinquedo da Mattel.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s